Domingo, Agosto 14, 2022
No menu items!
- Anúncio - spot_img
spot_img
InicioCulturaPatrick Fernandes inaugura galeria de arte: um artista que "toca pela emoção"...

Patrick Fernandes inaugura galeria de arte: um artista que “toca pela emoção” (C/FOTOS)

Em dia de aniversário, o artista fafense abriu as portas do novo espaço.

Patrick Fernandes inaugurou, no domingo, a galeria de arte ‘Figueira’, um espaço onde irá expor as suas obras e que pretende vir a ser palco de diversas iniciativas culturais.

Pinturas a óleo, acrílico e aguarela, de diferentes estilos, prova da evolução artística do autor, mas também esculturas, dão vida ao espaço criativo, na Rua dos Combatentes da Grande Guerra, em Fafe.

“É um atelier porque é aqui que trabalho, uma galeria porque está aqui exposta a minha obra para ser apreciada e adquirida, mas também pode receber exposições de outros artistas que queiram. É acima de tudo um espaço criativo e cultural que abre as portas à cidade e a todas as iniciativas, desde apresentações de livros, a tertúlias ou pequenos concertos acústicos”, avança Patrick Fernandes.

Pôr as pessoas a pensar e sobretudo “inspirar e fazer sonhar” através da sua arte é o objetivo do artista fafense, que depois de se ter dedicado à música decidiu, por altura da pandemia, em que se viu privado dos concertos, relançar-se na pintura que já fazia há vários anos.

“Durante uns anos pintei muito uma crítica à sociedade. Neste momento estou a pintar coisas mais alegres. É o que vai no espírito. A vida vai-nos ensinando e estou numa fase muito espiritual, de busca e de introspecção, que acaba retratado nas obras”, explica.

Presente na inauguração da galeria, o presidente da Câmara de Fafe, Antero Barbosa, saudou a iniciativa do artista em abrir este novo espaço, concretizando assim um sonho.

Também Paula Nogueira, vereadora da Cultura, marcou presença e enalteceu a importância da abertura deste espaço para a cidade e cultura fafense.

“É um artista extraordinário, que merece ser acarinhado. Tem muitas fases o que é bom, significa que é um artista que está sempre a redescobrir-se. É sobretudo um artista que toca pela emoção. Quer seja na fase inicial mais cúbica, quer no que vai fazendo mais realista, pintando o retrato das suas bisavós, avós, ou os pais, consegue transmitir uma energia muito positiva apesar de abordar temas críticos para a humanidade e de reflexão do que somos”, considerou.

“O Patrick tem esta intensidade. É um artista de que Fafe pode orgulhar-se muito. Arriscar abrir uma galeria de arte é um acontecimento que temos de aplaudir. Fafe precisa destas iniciativas”, concluiu.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Jornal em PDF

Redes Sociais

10,000FansCurti
0SeguidoresSeguir
53SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever
- Anúncio - spot_img

Artigos Recentes