Segunda-feira, Outubro 3, 2022
No menu items!
- Anúncio - spot_img
spot_img
InicioDestaquesPCP debateu aumento do custo de vida em sessão pública com eurodeputada...

PCP debateu aumento do custo de vida em sessão pública com eurodeputada Sandra Pereira

Sandra Pereira, deputada do PCP ao Parlamento Europeu, esteve em Fafe esta quarta-feira, a participar numa sessão pública promovida pelo partido sobre o impacto que o aumento do custo de vida está a ter nos portugueses.

“As medidas que o PCP defende mostram que a nossa proposta é que não sejam outra vez os mesmos a pagar. Veio a covid-19 e com a especulação dos preços foi o povo a pagar. Agora à custa das sanções e da guerra é o povo a pagar. Não pode ser. Temos propostas para que não seja assim e vamos continuar a lutar contra o aumento do custo de vida“, sublinhou a eurodeputada.

Entre as propostas apresentadas pelos comunistas, a eurodeputada destacou como medida estrutural o aumento dos salários, nomeadamente o aumento do salário mínimo e das pensões, apoiado noutras medidas de combate ao aumento especulativo dos preços, como o tabelamento e fixação de preços máximos nos bens essenciais, universalidade da redução do IVA para 6% na eletricidade e no gás, e a fixação de preços máximos dos combustíveis.

Sandra Pereira defendeu uma mais justa distribuição da riqueza, controlo das margens dos “grandes operadores que esmagam preços dos produtores”, bem como a contratação e valorização dos profissionais, nomeadamente na saúde, para dar resposta concreta às necessidades.

Na abertura da sessão, Alexandra Barbosa, membro da Juventude Comunista Portuguesa e da Comissão Concelhia de Fafe, expôs algumas das dificuldades enfrentadas pelos jovens nos dias de hoje, seja na educação, habitação, transportes ou a precariedade laboral, defendendo que é possível avançar com soluções para os problemas do país, com algumas propostas comunistas para “combater a injustiça e exploração”.

Carmo Cunha, deputada eleita do PCP na Assembleia Municipal de Fafe e membro da Comissão Concelhia e da Direção Regional do PCP, apontou o dedo às opções políticas dos sucessivos governos que têm levado à “degradação da qualidade de vida”, nomeadamente com a “falta de serviços públicos de proximidade e qualidade”, e aumentos nos preços com que diariamente somos confrontados.

A deputada municipal apelou à união em defesa do “cumprimento da lei na atualização das pensões, denunciando o logro do Governo, exigindo aumentos salariais que correspondam ao aumento do custo de vida, a valorização das carreiras na administração pública, a taxação dos vergonhosos lucros excessivos, regulação e fixação de preços de bens essenciais, valorização e defesa dos serviços públicos”.

Alexandre Leite, responsável da Comissão Concelhia de Fafe do PCP, e membro da Direção Regional de Braga, lamentou a inoperância face à especulação de preços a que estamos sujeitos, sobretudo em bens de primeira necessidade.

Há soluções e ferramentas para travar a especulação dos preços, mas o governo prefere não incomodar os grandes interesses, prefere enganar as pessoas com 125 euros do que utilizar as ferramentas que permitam uma distribuição mais justa dos sacrifícios e dos benefícios. Isto não é uma crise, é o dia a dia normal do capitalismo”, atirou.

Esta ação, que decorreu na Praça 25 de Abril, inseriu-se numa ‘Jornada de Trabalho’ que os deputados do PCP no Parlamento Europeu Sandra Pereira e João Pimenta Lopes estão a levar a cabo, sob o lema “Contigo Todos os dias. A tua voz no Parlamento Europeu”.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Jornal em PDF

Redes Sociais

10,000FansCurti
0SeguidoresSeguir
53SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever
- Anúncio - spot_img

Artigos Recentes