COVID-19: PCP defende medidas para acelerar vacinação

0
116

A Comissão Concelhia de Fafe do PCP esteve, esta quarta-feira, a distribuir à população fafense um documento sobre as propostas do partido para ultrapassar algumas das dificuldades que impedem uma maior disponibilização de vacinas para a covid-19 no nosso país.

Para o PCP, “garantir a rápida vacinação a todos é a medida indispensável”  e “solução mais sólida” no combate à doença, face à estratégia do “confina desconfina, volta a confinar”, que, sublinham, tem consequências para a saúde, vida económica, social, cultural e desportiva.

Anotando as “inúmeras dificuldades” com que Portugal está confrontado no fornecimento de vacinas, com “inúmeros atrasos”, defendem ser necessário tomar “medidas concretas que permitam acelerar a vacinação” e “de uma forma mais rápida proteger a população e dar combate à pandemia”.

“O que é preciso é que Portugal se prontifique a diversificar as fontes de vacinação”, frisa Alexandre Leite, defendendo ainda, face à situação urgente, a “libertação da patente, que permitiria que os países com condições pudessem produzir de forma mais barata e em mais quantidade”. “Ao não fazer isso, estamos a permitir o negócio das multinacionais farmacêuticas que à custa da pandemia vendem a quem dá mais dinheiro”, sublinha.

A Assembleia da República discute esta quinta-feira um Projeto de Resolução entregue pelo PCP, que recomenda ao Governo que tome diligências e, no quadro de sua opção soberana, possa diversificar a aquisição de vacinas autorizadas e reconhecidas pela Organização Mundial de Saúde e que sejam reconhecidas e autorizadas pela Autoridade Nacional do Medicamento, o INFARMED, de forma a acelerar o processo de vacinação no nosso país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here