Terça-feira, Julho 16, 2024
No menu items!
- Anúncio - spot_imgspot_img
spot_img
InícioDestaquesMunicípio de Fafe promoveu rastreios precoces do daltonismo nas escolas do 1º...

Município de Fafe promoveu rastreios precoces do daltonismo nas escolas do 1º ciclo do concelho

Ação de prevenção envolveu 422 alunos.

A Câmara de Fafe promoveu, nas últimas semanas, rastreios precoces do daltonismo nas escolas do 1º ciclo do concelho, através do programa ‘ColorAdd’. Segundo o município, mais de 422 alunos de 20 escolas básicas do concelho estiveram envolvidos nesta ação.

A iniciativa visou promover “a integração de uma parte da população na comunidade escolar com dificuldade em identificar as cores e, assim, assegurar o direito à educação e acesso à informação sem constrangimentos e de forma não discriminativa”.

“Alunos e professores aprenderam o que caracteriza o daltonismo, viram o mundo pintado de outras cores, facilmente compreenderam os constrangimentos e dificuldades sentidas por um daltónico no seu dia-a-dia e ainda conheceram uma ferramenta que vai facilitar o quotidiano destas pessoas – o código ColorADD”, explica o município, em comunicado.

Para além da ação de sensibilização aos professores, da ação “Ver e Sentir as Cores” com os alunos, as crianças receberam um Kit ColorADD, oferecido pelo Município de Fafe, composto por um conjunto de material didático que vai permitir às crianças consolidarem esta aprendizagem e reforçarem os seus conhecimentos.

O programa ‘ColorADD’ conjuga as valências sociais, educacionais e de saúde, e envolve um conjunto de ações nas escolas, tendo como público-alvo os alunos do 4° ano de escolaridade. A atividade implica um rastreio ao daltonismo e à acuidade visual. Sempre que detetadas alterações visuais, os técnicos envolvidos elaboram um relatório individual endereçado ao médico de família para que, posteriormente, a criança seja encaminhada para especialidade de oftalmologia.

Este projeto representa um investimento na saúde visual das nossas crianças e contribui para a escola inclusiva. As crianças com problemas de visão ou daltonismo tendem a sentir-se excluídas, e muitas das vezes, são alvo de bullying. Mas este programa é muito mais do que um rastreio ou uma justificação para a implementação de um código de inclusão e acessibilidade, é também uma ação de sensibilização e pedagogia para a saúde”, refere a vereadora da Educação do Município de Fafe, Paula Nogueira, citada em comunicado. 

“Queremos ajudar as nossas crianças, mas também apoiar a comunidade educativa a lidar com este desafio. Sempre que for possível intervir precocemente e levar ferramentas de conhecimento cívico e familiarização das crianças com estas linguagens às nossas escolas, assim o faremos”, sublinha.

O programa ColorAdd valoriza o “alfabeto das cores”. É um programa que, de forma lúdica, promove a associação de símbolos relativamente a cores, sendo um sistema de identificação de cores para daltónicos e um código gráfico monocromático, sustentado em conceitos universais de interpretação e desdobramento de cores, que permite aos daltónicos a identificação das cores corretamente. Estima-se que entre 8% e 12% do sexo masculino apresenta daltonismo e aproximadamente 5% verificam-se junto do sexo feminino.

- Anúncio -spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Jornal em PDF

Redes Sociais

10,000FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
55SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever

Artigos Recentes