Segunda-feira, Fevereiro 6, 2023
No menu items!
- Anúncio - spot_img
spot_img
InícioDestaquesEquipa de Proteção Animal de Fafe recolheu 264 animais vivos em 2021

Equipa de Proteção Animal de Fafe recolheu 264 animais vivos em 2021

A Equipa de Proteção Animal do Município de Fafe recolheu, durante o ano de 2021, no concelho, 264 animais vivos, incluindo animais abandonados e errantes, e 130 cadáveres, muitos deles encontrados na via pública em adiantado estado de decomposição.

Os dados constam do relatório de atividades da equipa de proteção animal municipal, que foi aprovado na última reunião de câmara.

“Este elevado número de resgate e captura contribuiu para a segurança de pessoas e bens, para o bem estar dos animais recolhidos e também para a preservação da salubridade e a proteção da saúde pública”, dá nota o relatório.

Quanto à campanha oficial de vacinação anti-rábica, durante o ano passado foram realizadas 635 vacinações. Foram ainda vacinados e revacinados 316 animais, que ficaram protegidos contra as principais doenças infecto-contagiosas, e desparasitados 357 animais.

“Todos os animais que entram no centro de recolha são vacinados e revacinados contra as principais doenças infecto-contagiosas nomeadamente esgana, hepatite, leptospirose e tosse do canil, para além da desparasitação interna e externa com desparasitantes de largo espectro”, lê-se no relatório.

Os serviços de proteção animal fizeram ainda a monitorização dos equinos nas serras de Fafe, tendo sido controlados quatro grupos de animais, num total de 135 equinos.

Quanto ao número de animais eutanasiados, registou-se no ano de 2021 um total de 53 animais, todos “considerados não adotáveis, portadores de doenças crónicas incuráveis ou com sinais de evidente sofrimento”.

Em 2021, foram entregues seis canídeos no âmbito de um serviço disponibilizado pela Câmara Municipal que permite aos munícipes entregarem os seus animais de companhia sempre que existam motivos de força maior, como falta de condições de alojamento, morte do detentor, emigração ou outras razões que possam colocar em causa o bem estar dos animais e a salubridade ou a segurança das pessoas e outros animais.

Em colaboração com outros departamentos do município, foram ainda realizadas 28 ações de controlo de pragas, das quais 10 correspondem a controlos de formigas aladas e as restantes de controlo de roedores.

Ainda segundo o relatório, o canil de Fafe alberga uma média de 200 canídeos durante o ano. Na reunião de aprovação do relatório, o vereador responsável pelo pelouro, Raúl Cunha, deu ainda nota que o número de animais é estável, com o número de adoções por ano similar às entradas no canil.

 

Novo Centro de Recolha Oficial de Animais para dar melhores condições

O vereador avançou ainda que o município apresentou uma candidatura para um Centro de Recolha Oficial de Animais, que vai ser construído ao lado do atual canil municipal.

Segundo o vereador, o edifício servirá para tratamento e controlo de animais, com sala de cirurgia e esterilização, gabinete médico veterinário, zonas de tratamento, banhos, tosquias, zona destinada ao público, e mais algumas unidades para albergar cães e gatos.

“Mais condições para que o trabalho se faça com melhores condições, quer para as pessoas, quer para os animais”, concluiu.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Jornal em PDF

Redes Sociais

10,000FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
53SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever

Artigos Recentes