Domingo, Março 3, 2024
No menu items!
- Anúncio - spot_imgspot_img
spot_img
InícioDestaquesMarcha Luminosa encerra Festas do Concelho com cultura e tradições fafenses

Marcha Luminosa encerra Festas do Concelho com cultura e tradições fafenses

A Marcha Luminosa encerrou, na noite deste domingo, as Festas do Concelho de Fafe, em honra de Nossa Senhora de Antime. O número contou com a participação de várias associações, coletividades e freguesias, representando Fafe, a sua identidade e tradições.

O mundo rural, a passagem de Camilo Castelo Branco por Fafe, o artesanato, as lendas e mitos do imaginário fafense, o turismo, a justiça, as I Conferências de Fafe e a cultura urbana estiveram representados no desfile.

Os Grupos de Bombos da Cercifaf, Só Dava Assim (Estorãos), Amigos da Borga (Regadas), Zés Pereiras (Fareja), e os Ranchos de Folclore de Fafe, Santo Estevão de Regadas, S. Miguel do Monte e Casa do Povo de Cepães-Fareja, também animaram a noite, a abrir a marcha, em representação da cultura popular.

As Bandas Filarmónicas de Golães e Revelhe desfilaram logo a seguir, a mostrar Fafe como cidade de música e músicos.

A força a cavalo da GNR e a Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Fafe abriram as hostes para a Marcha Luminosa com os carros alegóricos a representarem Fafe nas suas diversas valências.

Fafe, a sua história e o mundo rural” foi o primeiro tema presente, com animação de ‘Cepães Feira Milenar’ e a ‘Burguesia Camiliana’ pela associação Passos d’Alegria a dar mote ao carro seguinte dedicado à passagem do escritor Camilo Castelo Branco por Fafe.

A Confraria da Vitela Assada à Moda de Fafe desfilou a mostrar o seu traje, sendo seguida do carro dedicado à “Tradição e artesanato“, com destaque para o entrançado de palha, a ser demonstrado pelo CLDS de Fafe.

O grupo de patinagem do Grupo Nun’Álvares marcou a entrada das “Lendas e mitos do imaginário fafense“, com personagens fantásticas alegóricas, nomeadamente a Bicha das Sete Cabeças.

Fafe enquanto “ponto de encontro para os novos turistas” compôs outro carro alegórico, com destaque para as serras altas e os moinhos, e a praia fluvial da Barragem de Queimadela.

A ‘Justiça‘ enquanto identidade fafense esteve também representada, com estátuas humanas a encenar o monumento da Justiça de Fafe, a par com a representação da justiça dos tribunais, o Jogo do Pau pelo Centro Cultural e Recreativo da Juventude de Cepães (CCRJC), e a justiça como valor universal e direito humano pilar da paz, num apelo feito pelo Lions Clube de Fafe, com o seu projeto ‘Uma flor para a Ucrânia’.

O recente evento I Conferências de Fafe, que assinala os 48 anos da democracia trazendo a Fafe, para uma reflexão, os Presidentes da República eleitos após o 25 de Abril, foi outro dos temas representados.

A Academia de Dança do Grupo Nun’Álvares trouxe música e animação à marcha, a abrir espaço para o carro alegórico dedicado a Fafe como ‘cidade com cultura urbana‘, com destaque para os graffitis, o skate park de Fafe e o BasketArt3x3 como ponto de encontro de jovens.

Por fim, o desfile terminou ‘Luz, ritmo e som‘, tendo a bordo do último carro o dj fafense André Salvador e a fadista Cristina Lima, a evocar “Fafe de um novo tempo”.

O público perfilou-se ao longo do percurso, que teve início na Avenida 5 de Outubro, passando pela Praça 25 de Abril, Rua Major Miguel Ferreira, até à Avenida das Forças Armadas.


Reportagem fotográfica completa para ver aqui.

- Anúncio -spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Jornal em PDF

Redes Sociais

10,000FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
55SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever

Artigos Recentes