Sexta-feira, Junho 21, 2024
No menu items!
- Anúncio - spot_imgspot_img
spot_img
InícioDestaquesPerto de 500 paroquianos de Fafe e Fornelos já assinaram o Compromisso...

Perto de 500 paroquianos de Fafe e Fornelos já assinaram o Compromisso pela Casa Comum

Desafios mensais são lançados para uma conversão ecológica. Reduzir, reutilizar, reciclar e recusar papel são os desafios deste mês de novembro.

No primeiro fim-de-semana do mês de outubro, na Paróquia de Fafe e de Fornelos, os paroquianos que vieram às Eucaristias foram convidados no final a assinar o Compromisso pela Casa Comum e pela Ética do Cuidado, numa iniciativa que quer promover a “ecologia integral” do Papa Francisco.

Cerca de 465 pessoas subscreveram até então esse texto, num convite que se repetiu neste primeiro fim-de-semana de novembro, estendendo-se também aos grupos das catequeses paroquiais.

“Pretendemos, seguindo o trilho já iniciado a partir do acolhimento dos desafios da encíclica “Laudato Si’, ajudar cada cristão a tomar consciência da necessidade duma autêntica conversão ecológica, como lhe chama o Papa Francisco, para que cada um, na medida da sua responsabilidade pessoal, ajude no seu dia a dia a cuidar das feridas da Casa Comum”, explica o arcipreste de Fafe, em comunicado.

“Para passar às ações e não ficarmos apenas por intenções, lançamos todos os meses alguns pequenos desafios que serão mostrados junto ao mural Laudato Si’ que inauguramos no passado dia 3 de Outubro, no jardim envolvente da Igreja Nova de S. José”, acrescenta.

Foto: Paróquia de Fafe.

Este fim-de-semana foram afixados os desafios deste mês de novembro.

“Estes e todos os que se seguirão a ritmo mensal são pequenos mas significativos gestos diários tão importantes na promoção de uma cultura do cuidado e respeito pela Criação”, sublinha o padre José António Carneiro.

Outras iniciativas deste teor continuarão a ter lugar nas paróquias, nomeadamente um festival de presépios feitos com materiais reutilizáveis que irão propor aos grupos da catequese na proximidade do Natal, assim como a criação de um grupo/círculo Laudato Si’ que se envolva e “ajude a comunidade a envolver-se nesta dinâmica tão urgente e premente como é o cuidado da Casa Comum”.

- Anúncio -spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Jornal em PDF

Redes Sociais

10,000FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
55SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever

Artigos Recentes