Segunda-feira, Maio 27, 2024
No menu items!
- Anúncio - spot_imgspot_img
spot_img
InícioDestaquesProjeto piloto no Bairro da Cumieira ensina arte da tecelagem para promover empregabilidade

Projeto piloto no Bairro da Cumieira ensina arte da tecelagem para promover empregabilidade

‘Oficina TRAMA’ é o projeto piloto na área da tecelagem que o Município de Fafe está a implementar junto da comunidade residente no Bairro da Cumieira, tendo em vista promover a empregabilidade.

A iniciativa está a ser desenvolvida e acompanhada pelo Gabinete de apoio ao Bairro, que reúne uma equipa técnica de apoio social. Sob mentoria de Cristina Cunha, já com experiência na vertente social e comunitária, o projeto conta com a participação de 10 moradoras do Bairro da Cumieira, e será desenvolvido por um período de seis meses. 

“A arte, a inovação e a criatividade são o mote deste projeto que aposta na revitalização do ofício tradicional da tecelagem, desenvolvendo novos produtos com potencial comercial e recurso a resíduos industriais e reutilização de materiais”, explicam, em comunicado. 

Incrementar a empregabilidade, auto-emprego ou aproveitar a oportunidade para desenvolvimento de projetos individuais de artesanato, enquanto domínio de ativação social, são os objetivos.

“Esta oficina permite a revitalização de uma arte com potencial na produção de materiais diferenciados de valor acrescentado e design exclusivo, estruturado em saberes artesanais e heranças culturais”, acrescentam.

Para o desenvolvimento desta oficina, o projeto conta com uma articulação estreita com o tecido empresarial, realçando-se as empresas Ramiro & Carvalho Lda,  J.B.Castro -Fafe e Grupo TAbel, que facilitam a cedência de maquinaria e materiais.

Recorde-se que o Bairro da Cumieira, que foi alvo de um processo recente de requalificação do edificado, dispõe de uma estrutura de apoio permanente à comunidade residente, contando com o GAB e o Projeto EI!, como principais interventores, sob dinamização e coordenação técnica do Município de Fafe. Para além da integração da comunidade, a colaboração entre instituições e a ação positiva junto das pessoas, são desenvolvidas estratégias e ações de trabalho promotoras da interculturalidade e participação cívica, geradoras da igualdade de oportunidades e coesão social no território, sem esquecer a inclusão social de crianças e jovens provenientes de contextos socioeconómicos mais vulneráveis.

- Anúncio -spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Jornal em PDF

Redes Sociais

10,000FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
55SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever

Artigos Recentes