Domingo, Janeiro 29, 2023
No menu items!
- Anúncio - spot_img
spot_img
InícioDestaquesPSD propõe à Câmara de Fafe voto de apoio aos professores e...

PSD propõe à Câmara de Fafe voto de apoio aos professores e escolas

Antero Barbosa diz já ter manifestado solidariedade para com os professores do concelho e considerar as suas pretensões "mais que justas", mas remeteu votação da proposta para a próxima reunião.

Os vereadores do PSD propuseram, na reunião de câmara desta segunda-feira, a aprovação de um voto de apoio aos professores e escolas do concelho, declarando “solidariedade com muitas das pretensões da classe docente”, que se tem manifestado nas últimas semanas.

No voto, os vereadores do PSD lembram que os professores têm “reclamado melhores condições para o exercício pleno e dedicado da sua profissão” e que é “fundamental que o Governo encete esforços” para “garantir que as escolas e os agentes educativos disponham das condições adequadas para que a Escola Pública possa cumprir a sua missão”.

“A progressão na carreira, os baixos salários, o modelo de avaliação, a elevada burocracia, as colocações a centenas de quilómetros de casa e a instabilidade na profissão são algumas das reivindicações da classe docente. Milhares de professores sentem-se cansados, pouco valorizados e desiludidos com a forma como têm desempenhado a sua profissão”, anotam.

Para os sociais-democratas, “o atraso na recuperação das aprendizagens decorrentes da pandemia e o crescente ambiente perturbado instalado nas nossas escolas são consequência dos ziguezagues em que o Ministério da Educação não tem procurado solucionar os vários problemas do sistema educativo português”.

“As sistemáticas alterações de uma política educativa, crescente e desnecessária burocracia aliada à falta de condições de trabalho individual e colaborativo, asfixia do trabalho diário de professores e educadores, em prejuízo daquilo que realmente interessa aos pais e encarregados de educação, ou seja, que os seus educandos usufruam de estabilidade na sua formação e melhores condições de acesso ao conhecimento e à formação em todas as áreas do currículo”, consideram.

Assim, o PSD propôs à câmara que declarasse “formalmente a solidariedade com muitas das pretensões da classe docente”, dando conhecimento desse voto de apoio ao primeiro-ministro e ao ministro da Educação.

Em resposta ao líder do PSD, Rui Novais da Silva, o presidente da câmara referiu já ter manifestado solidariedade para com os professores do concelho, juntamente com a vereadora da Educação, aquando do protesto destes profissionais, que se juntaram à porta dos Paços do Concelho, mas remeteu para a próxima reunião a votação da proposta: “Não vejo nada que não possa subscrever, mas gostaria de ler com mais cautela”, afirmou Antero Barbosa.

“O que espero é que, estando em fase de negociações, haja capacidade de acolher algumas das pretensões, que são mais que justas. (…) Há necessidade de todos olharmos para esta classe e este setor, tão fundamental à vida da sociedade, e fazer tudo que está ao nosso alcance para melhorar as condições”, concluiu o edil.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Jornal em PDF

Redes Sociais

10,000FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
53SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever
- Anúncio - spot_img

Artigos Recentes