Quarta-feira, Dezembro 1, 2021
No menu items!
- Anúncio - spot_imgspot_img
spot_img
InicioDestaques"TEMOS MÃE!": Mensagem do Arcipreste de Fafe - Festa de Nossa Senhora...

“TEMOS MÃE!”: Mensagem do Arcipreste de Fafe – Festa de Nossa Senhora de Antime

Nas vicissitudes do tempo presente, é bom sentir que não estamos sós! Temos Mãe! Assim gritava o Papa Francisco, em Fátima, no Centenário das Aparições de Nossa Senhora. Esse grito feito súplica Àquela que Jesus nos deu como intercessora e mãe, junto à Cruz, deve avivar-se em cada um, mais do que nunca, neste deambular do tempo que nos coloca numa difícil travessia, em mar bravio.

Infelizmente, por causa da pandemia da covid19, em nome da responsabilidade cívica e da exigência evangélica da defesa da vida em todas as circunstâncias, voltamos a não realizar a procissão-romagem (assim a designava o saudoso Cónego Leite de Araújo) das festas em honra de Nossa Senhora da Misericórdia de Antime, assim como outros elementos próprios destas festividades seculares.

Esta decisão sinodal é tomada conscientemente não sem um misto de sentimentos: por um lado, imensa tristeza porque a mais significativa expressão pública da nossa devoção não pode ser realizada como gostaríamos; por outro lado, convicta tranquilidade porque devemos proteger a vida e a saúde integral dos devotos e peregrinos, evitando ajuntamentos que nesta fase, como bem vemos, ainda são imensamente perigosos e nada recomendados.

A pandemia que tanto mal semeia tem aguçado engenho e arte, criatividade e espírito inventivo. Para a nossa devoção mariana e no programa estabelecido pelo segundo ano consecutivo não nos isentamos disso, doseando-o com a imprescindível responsabilidade já referida. Pelo segundo ano consecutivo “inventamos” modos de viver e celebrar a nossa devoção fazendo o essencial a nível religioso e o possível a nível cultural. Também o Município, no que às Festas do Concelho diz respeito, se orienta, como não podia deixar de ser, no mesmo sentido.

Sinto que dignificamos e honramos Nossa Senhora não nos achando acima dos outros e não querendo para nós o que criticamos nos outros. Tenho para mim que a Senhora da Misericórdia nos olha com ternura maternal quando reconhecemos a nossa pequenez e até mesmo a nossa impotência. Tenho para mim que Ela, como Mãe solícita, acompanha todos os seus filhos nesta tão difícil travessia.

Que a Senhora do Sol nos possibilite vislumbrar o raiar da aurora e a manhã da esperança.


Mensagem do Arcipreste de Fafe, Pe. José António Carneiro, por acasião da Festa de Nossa Senhora de Antime.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Jornal em PDF

Redes Sociais

10,000FansCurti
0SeguidoresSeguir
53SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever
- Anúncio - spot_img

Artigos Recentes