Domingo, Maio 19, 2024
No menu items!
- Anúncio - spot_imgspot_img
spot_img
InícioAutárquicas 2021AUTÁRQUICAS: CDS-PP apresentou lista candidata à Câmara sob o mote "Fafe à...

AUTÁRQUICAS: CDS-PP apresentou lista candidata à Câmara sob o mote “Fafe à Frente”

Líder nacional do partido, Francisco Rodrigues dos Santos, marcou presença na apresentação.

O CDS-PP apresentou, este sábado, no Teatro Cinema de Fafe, a lista candidata à Câmara de Fafe nestas eleições autárquicas, bem como as principais ideias que fazem parte do seu programa eleitoral, sob o mote “Fafe à Frente”.

Iazalde Lacá Martins, que encabeça a lista, começou por sublinhar que “o CDS está vivo e recomenda-se“, realçando este como um “projeto agregador, mobilizador e capaz de construir uma solução política local de portas abertas a todos os que procuram alternativas sérias e soluções políticas diferenciadoras”.

“O projeto que o CDS delineou para estas autárquicas é um projeto de cidadania que pretende melhorar a vida dos fafenses e de Fafe”, referiu. 

O candidato louvou o trabalho que sido feito pelos eleitos do partido na assembleia municipal, considerando que “o CDS-PP em Fafe tem elevado a fasquia política e defendido os verdadeiros interesses de Fafe”, sendo disso prova a implementação das suas propostas a favor do comércio local.

Quanto ao programa eleitoral que apresentam, sublinhou que é um programa “pela positiva”, com o foco num plano estratégico de desenvolvimento económico, emprego e empreendedorismo, que pretende combater a desertificação, chamar os jovens e “fazer as pessoas acreditar que vale a pena viver, trabalhar e visitar Fafe“.

Requalificar e expandir as zonas industriais, promover a marca Fafe, estimular parcerias entre o tecido empresarial e instituições de ensino superior e profissional, e fazer crescer a rede de saneamento básico e água foram também elencados como pontos chave, a par com com a resolução do problema do ‘Royal Center’, que disse ser já “um caso de saúde pública”.

“É preciso acima de tudo valorizar a nossa história, valorizar e dignificar a estátua da Justiça de Fafe. Não nos podemos envergonhar da nossa história e esconder uma estátua da forma como está escondida e trocá-la por uma ‘Terra Injusta’. Não podemos admitir isto. A estátua da Justiça de Fafe tem de vir para um local onde seja visível, reconhecida e onde as pessoas sintam orgulho em estar ao pé dela”, defendeu.

De forma a aproximar o município dos cidadãos e dar uma “resposta mais célere aos seus problemas e necessidades”, propõem reformar a estratégia digital da câmara e aproximar os serviços municipais dos munícipes e criar uma “estrutura de atendimento que acelere as decisões”. Criar um conselho municipal de turismo, intervir no plano social, nas infraestruturas de desporto e lazer, a par com a cultura, com eventos como ‘Fafe dos Brasileiros’, foram também apontados como prioridades.

Sou candidato porque me considero uma pessoa de ação. Vamos atingir o nosso objetivo. Vamos colocar ‘Fafe à Frente'”, concluiu Iazalde Lacá Martins, que é acompanhado na lista por Celeste Moniz, Carlos Afonso, João Pinto Campelos, Deolinda Nogueira, Viviana Ferreira, António Freitas.

Carlos Afonso, número 3 da lista do CDS-PP à câmara, apontou o dedo à “má política” que “destruiu” os projetos “Fafe dos Brasileiros e “Jornadas Literárias de Fafe”, que “espalharam pelo concelho amor pela cultura e tradições fafenses”. “Foi a irresponsabilidade política que acabou com este sonho, que ainda estava a desenvolver-se. Têm de regressar. É por isso que aqui estou”, frisou.
Celeste Moniz, número 2 da lista, colocou o foco na importância de atrair o jovens e fazê-los fixarem-se na nossa terra, enquanto “base de um futuro sustentável e inovador”. “Os jovens são o futuro de Fafe. Olhar e investir no futuro deles é investir no futuro de Fafe, defendeu”.

Francisco Rodrigues dos Santos, líder nacional do partido, marcou presença na apresentação e deixou elogios a Iazalde Lacá Martins.

“As soluções para Fafe, o diagnóstico dos problemas e a intervenção pública contida no seu programa, mas também o seu carisma, creio que vão granjear o sentido de mudança e fazer as pessoas votar no CDS-PP”, afirmou.

A apresentação contou também com a intervenção de Rui Flórido, presidente da Comissão Política do CDS em Fafe, que sublinhou este como um “marco” no projeto que o partido ambiciona para o concelho, ao apresentarem-se com lista própria.

Fafe precisa de pessoas que venham verdadeiramente da sociedade civil, que estejam na política com sentido de missão e de forma altruísta. Escolhemos uma equipa com pessoas capazes, com provas dadas, reconhecimento público, dedicação às causas públicas e visão de futuro ancorados nos valores baluartes do partido”, concluiu.

- Anúncio -spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Jornal em PDF

Redes Sociais

10,000FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
55SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever

Artigos Recentes