Domingo, Setembro 26, 2021
No menu items!
- Anúncio - spot_imgspot_img
spot_img
InicioAutárquicas 2021AUTÁRQUICAS: CDS-PP apresentou lista candidata à Câmara sob o mote "Fafe à...

AUTÁRQUICAS: CDS-PP apresentou lista candidata à Câmara sob o mote “Fafe à Frente”

Líder nacional do partido, Francisco Rodrigues dos Santos, marcou presença na apresentação.

O CDS-PP apresentou, este sábado, no Teatro Cinema de Fafe, a lista candidata à Câmara de Fafe nestas eleições autárquicas, bem como as principais ideias que fazem parte do seu programa eleitoral, sob o mote “Fafe à Frente”.

Iazalde Lacá Martins, que encabeça a lista, começou por sublinhar que “o CDS está vivo e recomenda-se“, realçando este como um “projeto agregador, mobilizador e capaz de construir uma solução política local de portas abertas a todos os que procuram alternativas sérias e soluções políticas diferenciadoras”.

“O projeto que o CDS delineou para estas autárquicas é um projeto de cidadania que pretende melhorar a vida dos fafenses e de Fafe”, referiu. 

O candidato louvou o trabalho que sido feito pelos eleitos do partido na assembleia municipal, considerando que “o CDS-PP em Fafe tem elevado a fasquia política e defendido os verdadeiros interesses de Fafe”, sendo disso prova a implementação das suas propostas a favor do comércio local.

Quanto ao programa eleitoral que apresentam, sublinhou que é um programa “pela positiva”, com o foco num plano estratégico de desenvolvimento económico, emprego e empreendedorismo, que pretende combater a desertificação, chamar os jovens e “fazer as pessoas acreditar que vale a pena viver, trabalhar e visitar Fafe“.

Requalificar e expandir as zonas industriais, promover a marca Fafe, estimular parcerias entre o tecido empresarial e instituições de ensino superior e profissional, e fazer crescer a rede de saneamento básico e água foram também elencados como pontos chave, a par com com a resolução do problema do ‘Royal Center’, que disse ser já “um caso de saúde pública”.

“É preciso acima de tudo valorizar a nossa história, valorizar e dignificar a estátua da Justiça de Fafe. Não nos podemos envergonhar da nossa história e esconder uma estátua da forma como está escondida e trocá-la por uma ‘Terra Injusta’. Não podemos admitir isto. A estátua da Justiça de Fafe tem de vir para um local onde seja visível, reconhecida e onde as pessoas sintam orgulho em estar ao pé dela”, defendeu.

De forma a aproximar o município dos cidadãos e dar uma “resposta mais célere aos seus problemas e necessidades”, propõem reformar a estratégia digital da câmara e aproximar os serviços municipais dos munícipes e criar uma “estrutura de atendimento que acelere as decisões”. Criar um conselho municipal de turismo, intervir no plano social, nas infraestruturas de desporto e lazer, a par com a cultura, com eventos como ‘Fafe dos Brasileiros’, foram também apontados como prioridades.

Sou candidato porque me considero uma pessoa de ação. Vamos atingir o nosso objetivo. Vamos colocar ‘Fafe à Frente'”, concluiu Iazalde Lacá Martins, que é acompanhado na lista por Celeste Moniz, Carlos Afonso, João Pinto Campelos, Deolinda Nogueira, Viviana Ferreira, António Freitas.

Carlos Afonso, número 3 da lista do CDS-PP à câmara, apontou o dedo à “má política” que “destruiu” os projetos “Fafe dos Brasileiros e “Jornadas Literárias de Fafe”, que “espalharam pelo concelho amor pela cultura e tradições fafenses”. “Foi a irresponsabilidade política que acabou com este sonho, que ainda estava a desenvolver-se. Têm de regressar. É por isso que aqui estou”, frisou.

Celeste Moniz, número 2 da lista, colocou o foco na importância de atrair o jovens e fazê-los fixarem-se na nossa terra, enquanto “base de um futuro sustentável e inovador”. “Os jovens são o futuro de Fafe. Olhar e investir no futuro deles é investir no futuro de Fafe, defendeu”.

Francisco Rodrigues dos Santos, líder nacional do partido, marcou presença na apresentação e deixou elogios a Iazalde Lacá Martins.

“As soluções para Fafe, o diagnóstico dos problemas e a intervenção pública contida no seu programa, mas também o seu carisma, creio que vão granjear o sentido de mudança e fazer as pessoas votar no CDS-PP”, afirmou.

A apresentação contou também com a intervenção de Rui Flórido, presidente da Comissão Política do CDS em Fafe, que sublinhou este como um “marco” no projeto que o partido ambiciona para o concelho, ao apresentarem-se com lista própria.

Fafe precisa de pessoas que venham verdadeiramente da sociedade civil, que estejam na política com sentido de missão e de forma altruísta. Escolhemos uma equipa com pessoas capazes, com provas dadas, reconhecimento público, dedicação às causas públicas e visão de futuro ancorados nos valores baluartes do partido”, concluiu.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Jornal em PDF

Redes Sociais

10,000FansCurti
0SeguidoresSeguir
54SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever
- Anúncio -spot_imgspot_img
- Anúncio - spot_img

Artigos Recentes