Quinta-feira, Setembro 23, 2021
No menu items!
- Anúncio - spot_imgspot_img
spot_img
InicioAutárquicas 2021AUTÁRQUICAS: José Ribeiro revela que recolha de assinaturas "excedeu expectativas"

AUTÁRQUICAS: José Ribeiro revela que recolha de assinaturas “excedeu expectativas”

Atual presidente da Assembleia Municipal acredita que a sua recandidatura "presta um serviço público a Fafe" e vai fazer destas eleições mais participadas. Sendo reeleito, diz pretender "um mandato diferente, que possa chamar mais à colaboração os cidadãos de Fafe".

A dar por terminada a fase de recolha de assinaturas para formalização da sua recandidatura independente à Assembleia Municipal de Fafe, José Ribeiro avançou que esta excedeu as suas expectativas, tendo sentido um “enorme carinho e apoio das pessoas”.

“Diria mesmo como nunca senti ao longo dos anos em que fui candidato a presidente da câmara, nem mesmo há quatro anos como candidato a presidente da assembleia municipal. Estou imensamente grato ao povo de Fafe e estou certo que esta onda vai aumentar ainda”, referiu.

Numa declaração política, esta quarta-feira, em jeito de balanço desta etapa da recandidatura que agora encerra, José Ribeiro lamentou que esta tenha revelado “um conjunto de medos por parte de imensas pessoas”.

“Medos ao assinar e não querer que se conhecesse a assinatura. Medos de muitos instalados que me revelam apoio, mas que não querem compromisso com a candidatura”, enumerou, salientando que, mais de 40 anos após o 25 de Abril, “esperava encontrar na sociedade de Fafe opções livres das pessoas, aderindo ou não aderindo, consoante a sua opinião sobre as candidaturas”.

Apesar disso, considera que a sua candidatura “vai ser um fator de fortalecimento da democracia”.

“Não tenho grandes dúvidas que, não fora eu recandidato à assembleia municipal, as eleições de 26 de setembro seriam muito menos participadas do que vão ser. E ainda assim perpassa nas pessoas uma ideia de abstenção como reação ao que se passa no PS em Fafe. Há uma onda de eleitores que condenam de uma forma muito clara a forma como o PS conduziu este processo autárquico”, anota.

A este propósito, diz acreditar que os cidadãos vão exigir explicações ao Partido Socialista e vão saber distinguir os três votos “em jogo” em eleições autárquicas: assembleia municipal, junta de freguesia e câmara municipal.

Eu fui vítima de adultério político neste processo. Já disse noutras alturas que me quiseram eutanasiar, agora talvez diga de outra forma: cometeram adultério comigo. Os eleitores não percebem porque é que o presidente da câmara quer atacar o meu lugar. Aceita deixar a sua cadeira e quer ocupar a minha cadeira”, refere.

Avançando que irá ainda esta semana formalizar o processo de candidatura, José Ribeiro garante que “ficará claro” como esta é “completamente independente, sem qualquer amarra ou condicionalismos, e com o apoio de eleitores de todos os quadrantes políticos”.

“Para além de responder ao ataque que me fizeram, ao adultério e deslealdade que praticaram comigo, esta candidatura pretende chamar a atenção para a importância que tem a assembleia municipal. O mandato que está a terminar revelou que o presidente da assembleia não é um mero adorno dos órgãos autárquicos”, assinalou, sublinhando o dever de “colaboração institucional entre órgãos” que diz sempre ter cumprido.

José Ribeiro garante que, uma vez reeleito presidente da assembleia municipal, não se irá “acomodar ao que quer que seja” e vai empenhar-se num “mandato diferente que possa chamar mais à colaboração os cidadãos de fafe”.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Jornal em PDF

Redes Sociais

10,000FansCurti
0SeguidoresSeguir
54SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever
- Anúncio -spot_imgspot_img
- Anúncio -
Anuncio

Artigos Recentes