Desemprego subiu 15% em Fafe desde o início da pandemia

0
152

O desemprego no concelho de Fafe registou uma descida no mês de fevereiro, segundo os últimos dados divulga- dos pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), contabilizando 2.203 inscritos, menos 47 que no mês anterior.

Estes dados mostram uma tendência de descida do desemprego que se vem a verificar desde o mês de outubro, mas que ainda assim não é suficiente para fazer face às subidas registadas em agosto e nos meses de abril e março, denotando os efeitos da covid-19 na economia local.

Quando olhamos para a estatística em termos homólogos, a subida do desemprego evidencia-se, já que em igual período de 2019 eram menos 291 os inscritos no IEFP, o que significa um aumento de 15,2%.

Dos 2.203 desempregados que figuravam nas listas do IEFP no final de fevereiro deste ano, 884 são homens e 1.319 mulheres. Quase 45% está desempregado há um ano ou mais e apenas 7% procura o primeiro emprego. A taxa de desemprego é mais incidente na faixa etária dos 35 aos 54 anos, que agrega 38% dos inscritos, e no grupo com 55 anos ou mais anos (34%). Quanto ao nível de escolaridade incide mais no grupo com o 1o ciclo de ensino básico (563 desempregados), seguido do grupo com 2o ciclo de ensino (511).

Analisando o movimento ao longo do mês de fevereiro, houve 212 desempregados inscritos — tendo a maioria como motivo o despedimento (67) e o fim do trabalho não permanente (57) — e 33 colocações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here