Terça-feira, Outubro 19, 2021
No menu items!
- Anúncio - spot_imgspot_img
spot_img
InicioDestaquesMunicípio de Fafe vai atribuir medalha de ouro de mérito concelhio a...

Município de Fafe vai atribuir medalha de ouro de mérito concelhio a Parcídio Summavielle e Luís Marques Mendes

O executivo municipal aprovou esta quinta-feira, por unanimidade, a atribuição da Medalha de Ouro de Mérito Concelhio a Parcídio Matos Summavielle Soares, que presidiu à Câmara de Fafe durante duas décadas, e a Luís Manuel Gonçalves Marques Mendes, atual Conselheiro de Estado, que “se configura como o político fafense que mais relevantes cargos ocupou a nível nacional”.

Na proposta aprovada, o presidente da câmara refere-se a Parcídio Summavielle como um “prestigiado autarca fafense que ao longo de duas décadas marcou profundamente o desenvolvimento da cidade e do território concelhio”. É ainda destacado o seu “prestígio e passado de luta contra a ditadura, e o seu intrínseco amor à terra”, que o levaram a ser indicado para presidente da Comissão Administrativa da Câmara de Fafe, entre 1974 e 1976.

A autarquia recorda que, quando desempenhou as funções de Governador Civil de Braga, entre 1976 e 1979, foi agraciado pelo Rei Juan Carlos com a Comenda da Ordem e Mérito Civil de Espanha, uma das mais elevadas do país vizinho. Em 2015 foi agraciado pelo então Presidente da República, Cavaco Silva, com grau de Comendador da Ordem de Mérito, pelo seu contributo para a melhoria das condições de vida da população.

Para além de ter presidido a Câmara de Fafe durante cinco mandatos, sucessivamente reeleito entre 1979 e 1997, e ter ocupado diversos cargos partidários no PS, Parcídio Summavielle “foi ainda ativo impulsionador de vários movimentos cooperativos e associativos no campo económico e social” e, no campo desportivo, “teve grande relevância a sua ação na promoção dos desportos motorizados (…) contribuindo para que Fafe seja hoje considerado justamente a mítica “Catedral dos Ralis” em Portugal”, anotam.

O município deliberou assim atribuir-lhe a Medalha de Ouro de Mérito Concelhio “em reconhecimento e gratidão pelos relevantes serviços prestados ao concelho, aos fafenses e à qualidade de vida dos cidadãos residentes no território municipal”. 

Deliberação foi tomada na reunião de câmara desta quinta-feira, a última do atual mandato.

Quanto a Luís Marques Mendes, a autarquia salienta que “se configura, indubitavelmente, como o político fafense que mais relevantes cargos ocupou a nível nacional“.

“Ao longo de mais de quatro décadas, devotou-se a um permanente serviço público, primeiro aos fafenses e depois ao país e à Democracia, num espírito de missão que muito honra a terra que o viu nascer e orgulha os seus conterrâneos“, lê-se na proposta apresentada. 

O município recorda que “iniciou a sua eminente e brilhante carreira de figura pública em Fafe, como vereador (1977-85) e vice-presidente da Câmara de Fafe (1977/79), seguindo-se as funções de adjunto do Governador Civil de Braga”, deputado à Assembleia da República em várias legislaturas, presidente do Grupo Parlamentar do PSD (1996-1999), secretário de Estado Adjunto do Ministro-adjunto e para os Assuntos Parlamentares do X Governo Constitucional (1985-1987), secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros do XI Governo Constitucional (1987-1992), ministro-adjunto do XII Governo Constitucional, sob a presidência do primeiro-ministro Cavaco Silva (1992-1995), e ministro dos Assuntos Parlamentares, no XV Governo de Durão Barroso (2002-2004).

Para além de ter desempenhado, a nível partidário, “elevados cargos a nível local, distrital e nacional, culminados com a presidência do Partido Social Democrata, entre 2005 e 2007, altura em que se dedicou a várias causas, entre as quais o reforço da ética na vida política”, a autarquia sublinha ainda a “ação deste ilustre fafense a nível associativo, sobretudo através da sua ligação à Associação Desportiva de Fafe, à Santa Casa da Misericórdia de Fafe e ao Centro para a Formação da Juventude de Arões, entre outras entidades locais”.

Recorda ainda que, em 2008, foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique, no Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades, pelo então Presidente da República Cavaco Silva.

O município deliberou assim atribuir-lhe a Medalha de Ouro de Mérito Concelhio “em reconhecimento e gratidão pelos relevantes serviços prestados ao concelho, aos fafenses, ao país e à Democracia, ao longo de mais de quatro décadas de exercício de cargos públicos, a nível local, distrital e nacional”. 

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Jornal em PDF

Redes Sociais

10,000FansCurti
0SeguidoresSeguir
54SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever
- Anúncio - spot_img

Artigos Recentes