Quinta-feira, Fevereiro 22, 2024
No menu items!
- Anúncio - spot_imgspot_img
spot_img
InícioDestaquesPSD questiona autarquia sobre "falta de qualidade e quantidade" nas refeições das...

PSD questiona autarquia sobre “falta de qualidade e quantidade” nas refeições das cantinas escolares

Rui Novais da Silva diz ter recebido "um número significativo de queixas" de encarregados de educação.

O PSD voltou a levar a reunião do executivo municipal, na segunda-feira, a questão de “falta de qualidade e quantidade” nas refeições servidas nas cantinas escolares. 

O vereador social-democrata, Rui Novais da Silva, disse ter recebido “um número significativo de queixas” de encarregados de educação, que reportaram o “desagrado das crianças em relação à qualidade e numa outra situação à questão da quantidade” nas refeições, nomeadamente na Escola Carlos Teixeira.

Em resposta, o presidente da Câmara de Fafe, Antero Barbosa, disse não ter conhecimento de que tenham chegado queixas à autarquia, dando nota que, da última vez que a questão foi levantada pelo líder do PSD, tratou-se de um caso pontual.

“Coloquei os serviços de educação a averiguarem a situação e na altura tinha sido pontualmente um aluno que não tinha gostado da refeição, normalmente é o peixe. Atuamos sempre que temos conhecimento”, garantiu o autarca. 

Antero Barbosa lembrou que a empresa que fornece as refeições escolares é a mesma do mandato anterior e sublinhou que “apesar de uma boa fiscalização e acompanhamento, haverá sempre meninos que não gostam da refeição da escola“, comparativamente ao que têm em casa.

“Há e vai haver sempre queixas em relação às refeições escolares, independentemente da quantidade ou quantidade. Isso não nos desresponsabiliza e temos um serviço, uma nutricionista, que faz esse acompanhamento”, assegurou, avançando que iria pôr o assunto em cima da mesa na reunião de quarta-feira com o diretores dos agrupamentos, a propósito do processo de descentralização na educação. 

O PSD defendeu ser necessário verificar a situação, pedindo também aos responsáveis dos agrupamentos escolares o acompanhamento necessário para que seja dado conhecimento à câmara e esta possa resolver junto da empresa que presta o serviço.

Rui Novais da Silva acabou por desafiar o presidente da câmara a ir almoçar consigo, sem pré-aviso, às cantinas escolares, de forma a verificar a qualidade e quantidade de alimentos servidos aos alunos.
- Anúncio -spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Jornal em PDF

Redes Sociais

10,000FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
55SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever

Artigos Recentes