Segunda-feira, Fevereiro 6, 2023
No menu items!
- Anúncio - spot_img
spot_img
InícioAutárquicas 2021AUTÁRQUICAS: CDU apresentou Carmo Cunha candidata à Assembleia Municipal de Fafe

AUTÁRQUICAS: CDU apresentou Carmo Cunha candidata à Assembleia Municipal de Fafe

“A Carmo Cunha será um osso duro de roer para os seus adversários políticos e a sua eleição será uma má notícia para os interesses instalados”, disse Alexandre Leite, candidato à Câmara Municipal.

O Parque da Cidade de Fafe recebeu, este domingo, a apresentação pública das candidaturas da CDU à Assembleia e Câmara Municipais, para as eleições autárquicas que se aproximam.

A Alexandre Leite, que já tinha assumido a candidatura da CDU à Câmara de Fafe, junta-se agora Carmo Cunha como candidata à Assembleia Municipal de Fafe.

Atualmente eleita na Assembleia de Freguesia de Fornelos, Carmo Cunha disse encabeçar com “especial orgulho e sentido de responsabilidade” esta candidatura, enquanto “força alternativa” que aspira a “um concelho mais justo, mais solidário, onde o espaço e o interesse públicos assumam o principal papel da governação municipal”.

Carmo Cunha, candidata da CDU à Assembleia Municipal de Fafe. Tem 49 anos, é Oficial de Justiça, militante do PCP e membro da Comissão Concelhia de Fafe e da Direção Regional de Braga do PCP.

A candidata deixou uma “palavra especial” às mulheres do concelho, sublinhando a importância do reforço da sua participação na vida política como contributo para alteração da “visão estereotipada que existe da nossa sociedade, alterando os papéis de homens e mulheres, reduzindo as enormes assimetrias existentes, ampliando perspetivas e soluções, melhorando a democracia paritária”.

Destacando a “continuada intervenção autárquica” da CDU no concelho, Carmo Cunha disse conhecer “as dificuldades que persistem” e “os problemas que se arrastam há largos anos” — como as dificuldades no acesso a transportes colectivos públicos, no acesso à habitação, e o encerramento de serviços públicos e de proximidade —, afirmando esta como “a candidatura capaz de dar a volta que Fafe precisa”.

“Esta é a candidatura que vai inverter as prioridades e colocar as trabalhadoras e os trabalhadores, os jovens, as mulheres, as populações mais desfavorecidas, as populações do meio rural, os micro, pequenos e médios empresários, os pequenos produtores e o movimento associativo, cultural e desportivo de Fafe em primeiro lugar”, firmou.

Considerando que “Fafe hoje sente a falta do trabalho desenvolvido pelos eleitos  na Assembleia municipal pela CDU”, sublinhou a “necessidade da CDU voltar a ter representação naquele órgão”, onde se comprometem a “trabalhar e intervir para uma cidade mais coesa, comprometida com o progresso e a justiça social”.

“É este trabalho de estreita ligação às populações que queremos prosseguir e aprofundar, levando para a Assembleia Municipal o pulsar da cidade e das suas gentes, dando voz às suas justas reivindicações, aos seus sonhos e aspirações, procurando e pugnando pela sua concretização célere e com qualidade, para que Fafe seja a cidade inclusiva e solidária onde todos gostem de viver”, concluiu.

Alexandre Leite, candidato da CDU à Câmara Municipal de Fafe. Tem 43 anos, é médico dentista, militante do PCP, membro da Comissão Concelhia de Fafe e da Direção Regional de Braga do PCP. Foi eleito na Assembleia Municipal de Fafe entre 2013 e 2017.

Por sua vez, Alexandre Leite, candidato da CDU à Câmara de Fafe, demonstrou “total confiança na honestidade e competência dos nomes anunciados”. Rodolfo Ribeiro, atualmente eleito na Assembleia de Freguesia de Freitas e Vila Cova, será o número dois da lista e Simão Fernandes, membro do Comité Central do Partido Comunista Português, o número 3.

Quanto a Carmo Cunha, que encabeça a lista, Alexandre Leite saudou a sua “coragem e determinação” e deixou rasgados elogios: “É uma pessoa ponderada, que estuda a fundo todas as questões e só quem não viu as suas intervenções [como eleita na Assembleia de Freguesia de Fornelos] se pode deixar enganar pela sua simpatia: é implacável com as injustiças e incansável na sua prontidão para defender o interesse dos trabalhadores e da nossa população. Será certamente um osso duro de roer pelos seus adversários políticos e a sua eleição será uma má notícia para os interesses instalados no nosso Município”.

ALEXANDRE LEITE: “Queremos um concelho que tenha um desenvolvimento equilibrado onde não se faça de conta que Fafe é o centro da cidade e que o resto é paisagem.”

O candidato à Câmara de Fafe acentuou ser objetivo da CDU promover “uma maior proximidade entre os eleitos e os eleitores”, que permita “compreender melhor os problemas vividos pela população e encontrar as soluções que melhor sirvam os seus interesses”, deixando, a propósito, algumas críticas:

“Não estou a falar daquela falsa proximidade que é levar os idosos à Malafaia, dançar com eles e depois, no dia a seguir, empurrá-los para as IPSS para suprir as falhas no apoio público, esquecer que que não há transportes públicos decentes e que muitos deles nem água canalizada têm em casa. (…) [Quanto aos jovens] Não estou a falar daquela falsa proximidade da promessa de emprego se votarem no partido tal ou se fizerem parte da lista tal”.

Queremos uma proximidade que fomente a participação dos cidadãos nas decisões políticas e não a falsa proximidade dos corredores do poder e das conversas de gabinete“, concluiu.

Simão Fernandes, membro do Comité Central do Partido Comunista Português e número 3 da lista da CDU à Assembleia Municipal de Fafe. Tem 32 anos e é operário têxtil.

Simão Fernandes, representante do PCP e número 3 da lista à Assembleia Municipal de Fafe, encerrou a apresentação, realçando o “carácter distintivo da CDU”, nomeadamente na defesa de uma rede de transportes públicos ao serviço de todos e na defesa e valorização dos trabalhadores.

Terminou com um apelo: “É preciso dar força à CDU. Há muitas batalhas a travar para garantir o que Fafe precisa. É por isso que cada um de vós, que está convicto de que o caminho de futuro é connosco, não deve deixar o resultado das próximas eleições entregue ao acaso. (…) É decisivo votar na CDU”.

A apresentação pública contou também com a presença da Mandatária Concelhia, Palmira Castro.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Jornal em PDF

Redes Sociais

10,000FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
53SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever

Artigos Recentes