Terça-feira, Janeiro 31, 2023
No menu items!
- Anúncio - spot_img
spot_img
InícioDestaquesEscola Profissional de Fafe promoveu debate sobre 'fake news' com a deputada...

Escola Profissional de Fafe promoveu debate sobre ‘fake news’ com a deputada Clara Marques Mendes

A Escola Profissional de Fafe promoveu um debate, esta segunda-feira, na Sala Manoel de Oliveira, sobre “Fake news: o impacto da desinformação na democracia”, com a presença da deputada Clara Marques Mendes.

A iniciativa resultou da candidatura desta escola ao Parlamento dos Jovens, um projeto desenvolvido pela Assembleia da República que visa educar para a cidadania e que este ano tem como tema as ‘fake news’.

Segundo a EP Fafe, a deputada Clara Marques Mendes esteve na qualidade de representante da Assembleia da República com o objetivo de esclarecer os alunos sobre os efeitos negativos da proliferação das ‘fake news’ na democracia nacional e internacional.

Foto: EP Fafe

A desinformação não é um problema novo, mas preocupa-nos cada vez mais”, referiu Clara Marque Mendes, eleita pelo circulo eleitoral de Braga, citada no comunicado da escola.

De acordo com a deputada “a desinformação é qualquer conteúdo que nos chegue e que nos faça afastar do que é realmente factual” e estudos indicam que as ‘fake news’ espalham-se 70% mais rápido do que as verdadeiras notícias e alcançam muitas mais pessoas.

Para controlar esta matéria, existe desde 2018 um código de conduta sobre a desinformação, para além da Entidade Reguladora da Comunicação, que trabalha para combater a desinformação.

Foto: EP Fafe

Para a deputada, “o trabalho que tem a vindo a ser feito no combate às fake news é pouco e é necessário fazer muito mais”. Clara Marques Mendes sublinhou que cada um de nós é responsável pela existência de ‘fake news’ e que todos, em conjunto, podemos contribuir para um futuro melhor nesta temática.

Relativamente à questão da comunicação digital, a deputa considera que “é preciso criar condições para controlar essas plataformas”, referindo às redes sociais Facebook, Twitter, Instagram, TikTok entre outras.

No que diz respeito ao afastamento político por parte dos jovens, a deputada considera que deve existir uma maior aproximação dos políticos eleitos aos eleitores.

Foto: EP Fafe

Por fim, Clara Marques Mendes deu especial relevância ao Ensino Profissional afirmando que este “está mais adaptado à realidade do que o ensino regular ao nível das disciplinas práticas e teóricas, nomeadamente na disciplina de integração”, já que aborda temas relacionados à consciência política.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Jornal em PDF

Redes Sociais

10,000FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
53SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever
- Anúncio - spot_img

Artigos Recentes