Quarta-feira, Abril 24, 2024
No menu items!
- Anúncio - spot_imgspot_img
spot_img
InícioDestaquesMinistro da Educação inaugurou pavilhão desportivo da Escola Professor Carlos Teixeira (C/FOTOS)

Ministro da Educação inaugurou pavilhão desportivo da Escola Professor Carlos Teixeira (C/FOTOS)

O ministro da Educação, João Costa, esteve em Fafe, na manhã desta segunda-feira, a inaugurar o recém-requalificado pavilhão desportivo da Escola Professor Carlos Teixeira.

O projeto representou um investimento de cerca de 1,3 milhões de euros, por parte da Câmara de Fafe, e vem devolver melhores condições aos alunos para a prática desportiva em ambiente escolar. A intervenção neste espaço incluiu a requalificação do pavilhão desportivo e a ampliação dos balneários, com a criação de uma nova área para a atividade física específica. 

Num dia que foi também de comemoração do Dia do Agrupamento, lembrando o patrono Professor Carlos Teixeira, a escola mostrou-se nas suas diversas valências, desde a música ao desporto, ciência e literatura.

O Ministro da Educação fez-se acompanhar na visita pelo Secretário de Estado da Educação, António Leite, sendo recebido pelo presidente da câmara, Antero Barbosa, acompanhado pela vereadora da Educação, Paula Nogueira, e pela vereadora do Ambiente, Marta Gonçalves, bem como pelo presidente da assembleia municipal, Raul Cunha, entre os demais convidados.

O diretor do Agrupamento de Escolas Professor Carlos Teixeira, Jorge Machado, foi o anfitrião da visita e deu as boas-vindas a todos. Quanto ao recém-requalificado pavilhão desportivo, sublinhou que este vem “enriquecer e melhorar as condições de trabalho e aprendizagem dos alunos“, lembrando a máxima “mente sã em corpo são”. “Tiveram aulas de educação física numa tenda durante algum tempo, mas agora podemos dizer que valeu a pena”, referiu.

Por sua vez, o presidente da câmara reconheceu, no seu discurso, que “a vida nas escolas está hoje mais difícil, complexa e desafiante”, elencando as razões e os seus responsáveis — desde município, governo, sindicatos, professores, pais e sociedade em geral —, alertando para a necessidade “de todos trabalharem em conjunto para ultrapassar estas dificuldades e ter na escola um espaço de realização e aprendizagem”.

Antero Barbosa anotou que “o problema nem é a falta de investimento”, lembrando que a Escola Carlos Teixeira e a Escola Secundária tiveram um investimento de cerca de 8 milhões de euros na sua reabilitação, a que se juntou a requalificação da Avenida da Liberdade e do pavilhão desportivo agora inaugurado. “Apesar de reconhecer as dificuldades da vida das escolas, continuo otimista em relação ao futuro”, concluiu, defendendo uma escola “solidária e humanista”.

O Ministro da Educação, João Costa, encerrou a sessão, assumindo que “a escola de hoje é um lugar mais desafiante e complexo, mas também mais interessante”, uma vez que há o comprometimento de uma “escola para todos”, tanto no acesso como no sucesso. “A inclusão veio permitir que todos possam aprender e isso exige adaptações e acarreta dificuldades. Hoje transformamos impossíveis em possíveis”, referiu.

O ministro com a tutela da Educação destacou ainda que a “descentralização tem permitido resultados muito positivos”, desde logo com a colaboração dos municípios, levando a cabo intervenções de requalificação em várias escolas, que tornam o parque escolar mais moderno e adequado. “A Escola Pública perante os desafios e as complexidades nunca baixa os braços, nem deixa ninguém de fora”, assegurou, perante alunos, professores e operacionais.

- Anúncio -spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Jornal em PDF

Redes Sociais

10,000FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
55SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever

Artigos Recentes