Sexta-feira, Junho 21, 2024
No menu items!
- Anúncio - spot_imgspot_img
spot_img
InícioCulturaMarcha Luminosa encerra Festas do Concelho com exaltação da identidade e cultura...

Marcha Luminosa encerra Festas do Concelho com exaltação da identidade e cultura fafenses (C/FOTOS)

Marcos históricos estiveram em destaque em nove carros alegóricos.

A tradicional Marcha Luminosa encerrou, na noite deste domingo, as Festas em honra de Nossa Senhora de Antime. O número contou com a participação de vários grupos, associações e coletividades do concelho, numa representação da identidade e cultura fafenses e com a exaltação de vários marcos históricos.

“A alegria e riqueza da cultura popular fafense” deu mote ao início da marcha, que abriu com os Grupos de Bombos Só Dava Assim (Estorãos), Amigos da Borga (Regadas) e Estrelas do Norte (Cepães-Fareja). Seguiu-se a GNR a cavalo e um elogio à música e aos músicos de Fafe, com as Bandas Filarmónicas de Revelhe e Golães.

Estavam assim abertas as hostes para a Marcha Luminosa com nove carros alegóricos. “Jardim do Calvário – 130 anos” foi o primeiro tema presente, a que se seguiu um carro dedicado à passagem do escritor Camilo Castelo Branco por Fafe — “Passos de Camilo em Paços” — com animação a cargo do grupo Passos D’Alegria.

O Rancho Folclórico da Casa do Povo de Arões animava de seguida a marcha, brincando com o público que se perfilava ao longo do percurso. “Os 80 anos do Operário” deram mote ao carro alegórico que se seguiu, com destaque para o “mais antigo clube desportivo de Fafe”, o Operário Futebol Clube de Antime.

O “Centenário do Escutismo em Portugal, 50 anos de Escutismo em Fafe” fez-se presente com vários jovens e a representação do novo monumento ao escutismo, recém inaugurado em Medelo. Os Leões do Ferro, com as suas marchas populares de S. João, antecederam a passagem do carro alegórico “Hospital de São José – 160 anos ao serviço de Fafe”, a aludir a este marco histórico.

A animação dos Bombos e Gigantes da Cercifaf abriu caminho para o tema “1973 o Rali de Portugal chegou a Fafe”, a assinalar esse marco, com destaque para o Museu do Rali. Os Asfalto Friends também integraram o desfile, fazendo ouvir o som das suas motorizadas. Seguiu-se então “A Fundação da Fábrica do Bugio em 1873”, a assinalar os 150 anos da sua fundação e como a história de Fafe está ligada às suas indústrias, que se ficou a dever neste caso ao brasileiro José Florêncio Soares.

Não faltou a animação de bicicletas antigas, o samba, seguindo-se o carro alegórico “Teatro Cinema de Fafe – um palco centenário”, a pôr o foco neste que é um dos principais edifícios históricos de Fafe. A fechar a marcha, o “Carro da Cidade – Fafe é tão perto”, em jeito de convite à visita.


Reportagem fotográfica completa para ver aqui.

- Anúncio -spot_img
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Jornal em PDF

Redes Sociais

10,000FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
55SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever

Artigos Recentes